A história da humanidade é marcada pela mutação constante, e não é à toa que a nossa espécie é resultado de diversas evoluções biológicas. Entretanto, o ritmo de mudança afeta não só a vida humana, mas também como ela é vivida, não é mesmo?

De tempos em tempos, novas tecnologias surgem para sobrepor àquelas defasadas, novos meios de locomoção são desenvolvidos, alguns negócios fecham e outros abrem em um piscar de olhos. Com tantas mudanças, obviamente a forma de investir o seu dinheiro também não se manteria igual.

Antigamente, seus pais ou avós costumavam guardar dinheiro na poupança. Mas será que essa é mesmo a melhor opção? Para responder a essa pergunta, primeiro você precisar saber qual é o seu perfil de investidor, e é exatamente sobre isso que vamos falar neste artigo.

Quer saber mais sobre o assunto e entender como o perfil de investidor pode afetar suas aplicações? Então, acompanhe a leitura!

Qual a importância de traçar corretamente o seu perfil de investidor?

O leque de opções de investimentos disponíveis à população em geral se expandiu de forma exponencial desde o início da última década.

Atualmente, além da defasada caderneta de poupança e da conhecida Bolsa de Valores, as pessoas têm acesso a CDBs (Certificados de Depósitos Bancários), LCIs (Letras de Crédito Imobiliário), LCAs (Letras de Crédito do Agronegócio), COEs (Certificados de Operações Estruturadas), fundos de investimento e diversas outras alternativas para aplicarem suas economias.

Em meio a tantas opções, como se decidir e fazer a escolha certa? É aí que entra o perfil de investidor. Ele nada mais é do que uma forma de facilitar as suas escolhas na hora de aplicar o seu dinheiro, baseando-se em alguns fatores que você julga ser mais importante na hora de investir.

É o seu perfil que vai determinar, por exemplo, o quão disposto você está a correr riscos em troca de uma rentabilidade superior, ou por quanto tempo você pretende manter o seu dinheiro aplicado.

Todas essas questões influenciam na rentabilidade dos investimentos. Portanto, é fundamental traçar corretamente esse perfil, para você alcançar os melhores retornos em relação ao que você deseja e aos objetivos das suas aplicações.

Quais são os principais tipos de perfil de investidor?

Podemos dizer que existem 3 principais tipos de perfil de investidor.

Perfil conservador

O perfil conservador, como o próprio nome diz, preza pela segurança e está em busca somente de economizar dinheiro, não dando tanta importância aos retornos financeiros.

No geral, quem tem perfil conservador é extremamente avesso aos riscos e prefere que o dinheiro esteja 100% seguro todo o tempo, mesmo que isso signifique baixa rentabilidade.

Esse perfil costuma optar sobretudo pela caderneta de poupança, uma vez que já está habituado a ela e também é, equivocadamente, considerada por muitos como o investimento mais seguro do mercado.

Para o investidor conservador, existem opções de investimentos que apresentam as mesmas características da poupança, como liquidez diária e segurança — porém, rendendo mais.

É o caso do Tesouro Selic, título do governo disponibilizado pelo Tesouro Direto, que tem a rentabilidade atrelada à taxa básica de juros da economia brasileira e dos CDBs de liquidez diária.

Entretanto, vale frisar que as taxas de rentabilidade dos CDBs podem variar de banco para banco. Portanto, é necessário encontrar algum que renda pelo menos 100% do CDI para ser vantajoso ao investidor.

Perfil moderado

Geralmente, as pessoas que têm perfil de investidor moderado buscam mais rentabilidade e estão inclinadas a correr mais riscos para isso.

São mais dispostas a ouvir sobre as novidades do mercado financeiro e não estão muito satisfeitas com o retorno dos investimentos de renda fixa, principalmente agora que a principal taxa balizadora da rentabilidade da maioria dessas aplicações, a Selic, está no seu menor nível histórico.

Portanto, o perfil moderado ainda considera os investimentos de renda fixa, mas busca por diversificar suas opções a fim de balancear a carteira e deixar pelo menos uma parte dela exposta ao risco da renda variável, em troca de uma possível rentabilidade superior.

Perfil agressivo

O perfil de investidor agressivo, diferentemente dos demais, está sempre em busca das maiores rentabilidades, independentemente do risco. Os investidores agressivos não se importam muito com as perdas em curto prazo e com as grandes variações de preços que o mercado de renda variável pode apresentar.

Talvez por isso grande parte dos seus ativos estão alocados justamente em ações, moedas estrangeiras, fundos de investimento e outras aplicações suscetíveis a grandes variações de preço em um curto espaço de tempo.

Ao mesmo tempo em que podem lucrar bastante em horas ou dias, é possível sofrer perdas significativas. É por isso que os investidores com esse perfil devem demandar conhecimentos técnicos e econômicos para basear as suas decisões.

Como utilizar o seu perfil de investidor para decidir sobre suas aplicações?

Após traçar o seu perfil, chegou a hora de aplicar as suas economias. Agora, é imprescindível que você busque pelos investimentos que mais se adéquem às suas necessidades.

É liquidez diária que você procura? Quer um investimento livre de Imposto de Renda? Por quanto tempo você pretende manter o seu dinheiro investido?

Essas são algumas das perguntas fundamentais que devem ser feitas por você antes de se decidir a respeito de alguma aplicação. Todas elas vão influenciar no retorno da sua aplicação e, consequentemente, na sua decisão.

Agir contra sua própria personalidade não é o caminho correto para ser bem-sucedido na sua vida financeira e por isso é essencial seguir o seu perfil de investidor. Entretanto, como dito no início deste artigo, tudo está em constante mudança e nada impede que você mude de perfil num futuro próximo.

Por isso, estude cada vez mais sobre o mercado financeiro. Cada aplicação disponível no mercado tem um comportamento diferente, e o que parece não ser indicado para você pode se adequar às suas necessidades daqui a alguns anos.

Se você gostou do nosso artigo e entendeu por que o perfil de investidor é importante na hora de escolher seus investimentos, curta agora a nossa página no Facebook! Dessa forma, você acompanha o nosso conteúdo e fica por dentro de todas as novidades do nosso blog!